sexta-feira, 24 de março de 2017

Treze Tílias SC

Em 2008 visitei uma pequena cidade no interior de SC, Treze Tilias, muito linda, é o tirol brasileiro, parece que você está no tirol mesmo. Passei apenas um final de semana, mas já deu para conhecer um pouco da cultura local. Fomos em um casamento, mas no outro dia passeamos no Parque Lindendorf - Minicidade, que além de ser um parque, também tem um restaurante que serve comidas típicas da região e você também encontra um pesque pague e lógico a minicidade, uma verdadeira delícia para conhecer.

Parque Lindendorf - Treze Tílias SC


Treze Tílias foi fundada no dia 13 de outubro de 1933 pelo ex-ministro da agricultura da Áustria Andreas Thaler em um momento aquele país buscava soluções para minimizar o sofrimento de sua população que estava em meio a uma crise generalizada. A imigração aconteceu principalmente entre os anos de 1933 e 1937, com pessoas vindas em sua maioria dos estados do Tirol, Vorarlberg e Alta Áustria (Oberösterreich). A colônia recebeu também pessoas de outros estados da Áustria e ainda austríacos do Tirol do Sul (Südtirol), região que pertenceu a Áustria entre 1363 e 1918 e que após a 1º Guerra Mundial foi anexada ao território italiano. A cultura sempre foi um ponto de destaque na colonização, que teve a fundação da Banda dos Tiroleses ainda no primeiro navio de imigração, a arte da escultura e o canto já presentes no primeiro natal na nova pátria e com o passar dos anos, novos grupos foram se formando com o intuito de preservar a identidade de Treze Tílias, que é hoje conhecida nacionalmente como “O Tirol Brasileiro”. Além da cultura austríaca, Treze Tílias recebeu descendentes de alemães (principalmente do Hundsrück e Westfalen) de italianos (principalmente de Vêneto e Lombardia), fazendo com que a cultura europeia seja muito influente na cidade e região.
(fonte: www.trezetilias.com.br)

O hotel que fiquei fica logo na entrada da cidade: 
Treze Tílias Park Hotel
Reservas, entrem em contato: www.enjoyandtravel.com.br

 Segue site com as atrações da cidade:  http://www.trezetilias.com.br/atra--es

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Ponta Grossa PR

Hoje irei postar sobre Ponta Grossa, cidade onde passei minha infância. A cidade fica próxima à Curitiba, e nela é possível você visitar diversos atrativos naturais como: O Parque Estadual de Vila Velha, onde você pode apreciar as formações de arenitos, segue link do parque: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/parque-estadual-vila-velha. Próximo tem também a Lagoa Dourada e Furnas que também constam no site acima.

Buraco do Padre

Buraco do Padre

Buraco do Padre

Buraco do Padre

Buraco do Padre

Buraco do Padre


Outro local para quem gosta de natureza é o Buraco do Padre, que também fica próximo do Parque Estadual, segue link http://www.pontagrossa.pr.gov.br/buraco-do-padre. Existem outras atrações a serem visitadas em Ponta Grossa, tanto natural como religioso, museus, monumentos e outros, segue link: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/turismo.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Curitiba

Hoje irei falar um pouco de Curitiba, sobre o ônibus de turismo que leva você nas principais atrações turísticas da cidade. O ônibus custa R$40,00 ,  a linha circula a cada 30 minutos, percorrendo aproximadamente 44 km em cerca de 2 horas e meia. O roteiro começa na Praça Tiradentes mas é possível iniciar o trajeto em qualquer um dos pontos. Para embarcar você compra uma cartela com 5 tíquetes e tem direito a um embarque e 4 reembarques. Os veículos são equipados com sistema de som para fornecer informações gravadas sobre os locais visitados em três idiomas - português, inglês e espanhol.
Ticket



Os pontos que o ônibus para são:  (Os pontos que descemos coloquei as fotos)


PRAÇA TIRADENTES

RUA DAS FLORES

RUA 24 HORAS

MUSEU FERROVIÁRIO

TEATRO PAIOL

JARDIM BOTÂNICO

ESTAÇÃO RODOFERROVIÁRIA/MERCADO MUNICIPAL

TEATRO GUAÍRA/UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

PAÇO DA LIBERDADE

MEMORIAL ÁRABE / PASSEIO PÚBLICO

CENTRO CÍVICO

MUSEU OSCAR NIEMEYER

Museu


Museu

Museu

Museu

BOSQUE DO PAPA/MEMORIAL POLONÊS

BOSQUE ALEMÃO
Bosque

Bosque

Bosque

Bosque


 UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE - UNILIVRE

PARQUE SÃO LOURENÇO

Parque

Parque



ÓPERA DE ARAME/PEDREIRA PAULO LEMINSKI

PARQUE TANGUÁ

PARQUE TINGUI

MEMORIAL UCRANIANO

PORTAL ITALIANO

SANTA FELICIDADE - como fizemos o passeio em um domingo pela manhã, descemos em Santa Felicidade e almoçamos no Dom Antônio, vale a pena a parada, pois lá você pode saborear a culinária italiana, bem como vinhos e artesanato.

Santa Felicidade


PARQUE BARIGUI

TORRE PANORÂMICA

SETOR HISTÓRICO

Bondinho da Rua XV

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

FOZ DO IGUAÇU PR

Realizei 2 visitas em Foz do Iguaçu, uma vez passei um final de semana e acabei apenas indo para o famoso Paraguai, isso aconteceu em 2004. Depois acabamos voltando no feriado de Carnaval em 2005, foi maravilhoso, pois além de ter ido novamente para o Paraguai, visitamos as Cataratas, Parque das Aves, Usina Itaipu, jogamos boliche, visitamos alguns barzinhos, enfim deu para visitar tudo que queríamos. O nosso amigo Everton morava na época e foi nosso guia.

Primeiro dia: Visitamos um barzinho no centro da cidade.



Segundo dia: Visitamos as Cataratas do Iguaçu e o Parque das Aves, ambos você consegue visitar no mesmo dia, pois um fica do lado do outro.

Parque das Cataratas do Iguaçu

Cataratas do Iguaçu
Cataratas

Cataratas

Parque das Aves

Cataratas


Terceiro dia: Visitamos o Paraguai e lógico fizemos umas comprinhas, já no período da tarde fomos no Shopping para assistir um filminho e jogar boliche.

Paraguai

Paraguai

Boliche

Quarto dia: Visitamos a Usina Itaipu e o museu.

Museu

Usina Itaipu
Quinto dia: Retornamos para Curitiba de ônibus. 
 

domingo, 27 de novembro de 2016

FIM DE SEMANA NA ILHA DO MEL PR

Passar um final de semana na Ilha do Mel é possível, pois a ilha não é tão grande e você indo cedo consegue visitar os principais pontos da ilha. Vou contar o passeio que fiz e o que visitei:





Dentro da barca
 








Pontal do Paraná








Saímos cedo de Curitiba para a Ilha do Mel de carro, chegando em Pontal do Paraná deixamos o carro em um estacionamento que fica junto ao local que vende os ingressos e logo tomamos a barca para ilha. Quem preferir tem a opção de pegar a barca em Paranaguá também.

Depois de aproximadamente 30 minutos, chegamos na parte da ilha chamada Encantadas, é uma parte que possui várias pousadas e restaurantes e também a gruta, mas tem que ir cedo e verificar se não esta a maré alta para poder entrar, caso contrário você não consegue entrar. Você pode também caminhar pelas praias que podem te levar até o farol que fica na norte da ilha (Brasília), mas se a maré estiver alta é melhor você ir via barco (paga uma taxa) que foi o que fizemos no segundo dia, pois no primeiro dia vimos a gruta e depois caminhamos até uma altura, como a maré estava alta voltamos e acabamos ficando na pousada.

Pousada



Pousada

Caminho para a gruta

Gruta

Praia - tempo não ajudou e nem a máquina

No domingo, acordamos cedo e fomos até o norte da ilha para visitar o farol, dai tomamos o barco no mesmo local que chegamos de Pontal, bem próximo da pousada em que ficamos. Ao chegar a ilha, você tem que subir o morro para aí visitar o farol, mas como queríamos ir até a Fortaleza, optamos caminhar para a outra parte da ilha. A caminhada durou 1h 30 para ir até a Fortaleza e mais 1h e 30 para retornar, após isso retornamos para Encantadas e almoçamos por lá e no período da tarde tomamos o barco para Pontal. A pousada que ficamos é bem confortável e o preço não é tão salgado, chama-se Caraguatá, mas a ilha é repleta de pousadas.



Fortaleza

Vista da Fortaleza
Fortaleza

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

RIO DE JANEIRO

Realizei essa viagem em 1996 com meus tios e primos, saímos de carro de Ponta Grossa rumo ao Rio de Janeiro, a viagem durou aproximadamente 13 horas.Chegando ao Rio, fomos direto para o hotel localizado no centro da cidade.


Vista do Hotel - centro Rio de Janeiro


No primeiro dia já saímos para passear pela cidade e a primeira parada foi no Pão de Açúcar, que tem uma linda vista, lugar perfeito.

Pão de Açúcar

Vista Pão de Açúcar


No segundo dia fizemos a visita ao Cristo Redentor, logicamente que na época era tudo mais barato e nem vou lembrar o valor que pagamos em ambas as entradas, mas lembro que na época para visitar o Cristo era apenas de escada. Depois disso ainda visitamos a Floresta da Tijuca que é enorme e cheia de verde e com uma cachoeira.
Vista do Cristo e Pão de Açúcar

Floresta da Tijuca


No terceiro dia acabamos indo visitar uns familiares que moravam na Barra da Tijuca e outro próximo ao Estádio do Morumbi no bairro da Tijuca e como fazia muito calor, em torno de 42 graus, passamos o dia na piscina. Depois disso no outro dia continuamos viagem para Parati - Rj e Ubatuba - SP.

Mas uma dica, se for ficar em hotel no centro e deixar o carro em outro local, tome cuidado, pois existem falsos guardas que falam que cuidam do carro e pedem dinheiro e na verdade não são, muitas vezes é ladrão, então todo cuidado é pouco.

Pão de Açúcar



Pão de Açúcar